O PORTAL DE NOTÍCIAS DO
GRUPO SUL BRASIL DE COMUNICAÇÃO
 Colunistas

Quirino Ribeiro

Com mais de 45 anos de atuação jornalística, Quirino Ribeiro já passou pelos principais veículos de comunicação do País. Atualmente, é gerente comercial do SBT/SC - região Oeste, comentarista na Rádio Chapecó, colunista no Jornal Sul Brasil e, de agora em diante, se fará presente também no Portal Oeste News. De segunda a sexta-feira acompanhe aqui o que é destaque no Brasil. 


E-mail: quirino@scc.com.br

Aurora: o maior frigorífico de suínos do Brasil
15/10/2019
Quirino Ribeiro

“O mundo precisa de atitudes, não de opiniões. Opinião nenhuma mata fome ou cura doença”. (Angelina Jolie).


A Ministra da Agricultura Tereza Cristina estará presente na inauguração, prevista para hoje na duplicação. O Início das obras foi em julho de 2018 e concluída hoje, mediante investimentos da ordem de R$ 268 milhões que dobrou sua capacidade.


O FACH 1 – FRIGORÍFICO AURORA CHAPECÓ 1


Torna-se a partir deste mês de outubro a maior unidade industrial de processamento de suínos do Brasil, passa a abater 10 mil cabeças por dia, empregando cerca de 5,5 mil trabalhadores e gerando 221 produtos cárneos.  É a única indústria brasileira que exporta carne suína in natura para os Estados Unidos. Também está habilitada para importantes mercados, como China, Hong Kong, Japão, Coreia do Sul e Chile, totalizando cerca de 20 países.


O INCREMENTO DE PRODUÇÃO


Se dará nas linhas de produtos já existentes: cortes congelados, linguiças frescais, salsichas, bisteca e mortadela. O processamento mensal cresce de 109.830 suínos para 221.072 animais.

A operacionalização da capacidade ampliada inicia em outubro e atinge sua plenitude – de 10.527 suínos por dia – no primeiro semestre de 2020. Nesse estágio, o conglomerado Aurora Alimentos estará abatendo 25.000 cabeças por dia.


IMPORTANTES AVANÇOS TECNOLÓGICOS


Como o abate humanitário com o uso do gás CO2, a robotização da paletização de industrializados, a automação no processo de embalagem de linguiças frescais e a automação e robotização no cozimento de mortadela.


REIVINDICAÇÃO À MINISTRA


O presidente Mario Lanznaster, em seu pronunciamento irá cobrar da ministra Tereza Cristina a Ferrovia norte sul que inviabiliza a competitividade na produção em função dos 2,2 mil quilômetros feitos por rodovia, que encarecem trazer os mais importantes insumos o milho e o farelo de soja que saem do Mato Grosso a R$21,00 e são adquiridos em SC a R$ 38,00 a saca, devendo ainda este valor subir nos próximos dias em função da demanda.


NUTRIÇÃO


Para alimentar diariamente os animais alojados no campo: 1 milhão e 350 mil suínos, 33 milhões de frangos e 2 milhões de galinhas de postura, são necessárias 130 mil carretas de milho/dia e 40 mil carretas/dia de farelo soja, percorrem 2,2 mil km em mais 100 mil viagens de carretas com capacidade média 30 toneladas. Imaginem custo ambiental e humano trazer grão o que representa mais de R$ 5 bilhões fretes/ano. O detalhe é que SC consome todo milho produzido, traz de outros estados e países 3,5 milhões toneladas grão/ano.


ORGULHO DO PAÍS, DO ESTADO E DO OESTE!


A cooperativa central aurora alimentos. Completou 50 anos  tendo sido fundada em 15 de abril de 1969, tendo como primeiro presidente: Aury Luiz Bodanese. Ocupa a Posição nacional de  terceiro maior conglomerado industrial do setor de carnes devera ter este ano Receita operacional bruta anual: R$ 9,1 bilhões com 28.149 empregos diretos e projeta para 2020, receita operacional de R$ 12 bilhões empregando 29 mil trabalhadores.


PROCESSAMENTO


Com 11 cooperativas agropecuárias filiadas, tendo uma Base produtiva no campo: 65.531 famílias de produtores rurais tem um processamento industrial de 1.000.000 de aves por dia. 20.000 suínos por dia em 2019; 25.000 em 2020 e 1.500.000 litros de leite por dia. Produtos: mix com mais de 800 itens em produtos a base de carne, leite, massas e vegetais. Número de unidades industriais: oito plantas frigoríficas de suínos, sete plantas frigoríficas de aves, uma planta de lácteos. Exportação: mais de 60 países.


DIRETORIA EXECUTIVA


Mário Lanznaster, presidente. Neivor Canton, vice-presidente. Marcos Antônio Zordan, diretor de agropecuária. Leomar Luiz Somensi, diretor comercial. Saúde e vida longa à esta empresa local, exemplo nacional e referencia internacional que muito nos orgulha.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Ministro Gilmar Mendes
14/10/2019
Quirino Ribeiro

“Aprender é a única coisa da qual a mente nunca se cansa, nunca tem medo e nunca se arrepende” (Leonardo da Vinci)


Do STF (Supremo Tribunal Federal), disse no programa Roda Viva, da TV Cultura, que ‘precisou voltar correndo de Portugal’ para participar de um julgamento, pensava que ele tinha cadeira cativa na Suprema Corte, e não um bico. Bico que, aliás, sai caríssimo aos cofres públicos. Dada sua atuação polêmica e nada condizente com o que esperamos de um ministro na Suprema Corte, nós, brasileiros, gostaríamos que ele fosse para Portugal sem passagem de volta. Aceitamos até pagar de primeira classe!


DEMOCRACIA


O retorno da América Latina à democracia passou por muitos percalços, principalmente nas mãos de presidentes desonestos que centralizam o poder e atropelam a lei. Mas o que acontece quando os legisladores são os vigaristas?


O PERU


Pode revelar a resposta para esse enigma. Após meses de confrontos, um presidente persistente e um parlamento de camaradas atingiram um impasse intransponível. Repetidamente frustrado em suas tentativas de fazer reformas políticas e aprovar legislação anticorrupção, o presidente Martin Vizcarra dissolveu o Congresso na semana passada e pediu novas eleições.


O CONGRESSO RETALIOU


Votando, para dissolver sua presidência e instalou a vice-presidente em seu lugar. O mandato dela durou 36 horas. Agora, uma das nações mais prósperas da América Latina, tem uma legislatura no limbo, o seu líder está atrás das portas do palácio vigiado e os peruanos nas ruas comemorando uma revolta sem estágio final.


AGUARDEMOS


O que milhões de brasileiros tanto esperam que ocorra no Brasil já começou a acontecer no país vizinho, o Peru. Só nos resta aguardar, para vermos o nosso País caminhar para futuro promissor, sem o famoso toma lá dá cá e dar basta na corrupção que se alastrou e contaminou praticamente todos os órgãos, departamentos e setores públicos da Nação. Acorda, Brasil.


O BANCO CENTRAL


Surpreende positivamente ao enviar ao Congresso projeto de lei para que em futuro próximo, de forma prudente e gradual, empresas e famílias possam ter no País contas em dólar. Projeto de modernização do mercado de câmbio, como já ocorre em países desenvolvidos e em alguns emergentes. É ótima notícia. Já que, hoje, essa movimentação somente é permitida aos emissores de cartão de crédito internacional, casas de cambio etc. Oxalá, o Congresso aprove-o e o Brasil saia do retrocesso em que até é proibido ter contas em dólar.


SAFRA DE VERÃO 2019/2020 EM SC


A previsão, feita pela Epagri/Cepa, indica aumento na área plantada e no volume produzido da soja e queda no milho grão, na comparação com a safra mais recente. De forma geral, a produtividade deve crescer em várias culturas de verão.


SEGUNDO A ESTIMATIVA


A área plantada com soja no Estado deve crescer 1,05%, alcançando volume 3,73% maior e produtividade 2,64% mais elevada. Se o clima ajudar, o Estado deve encerrar a safra 2019/20 de soja com 2,4 milhões de toneladas colhidas e produtividade média de 3.605kg/ha.


JÁ O MILHO GRÃO


Segue na direção contrária. A perspectiva é de queda no volume e na produtividade. Vai enfrentar queda de 1,07% na área plantada, de 3,16% do volume produzido e de 2,12% na produtividade em relação à safra anterior. Para o milho silagem, a estimativa é melhor. Se espera aumento de 1,78% no volume produzido e de 1,94% na produtividade, apesar da expectativa de queda de 0,16% na área plantada.


SE AS PREVISÕES DA EPAGRI/CEPA


Se confirmarem, o Estado deve encerrar a próxima safra de milho silagem com um total de 9.154.172 toneladas colhidas, a uma produtividade média de 42.050kg/ha.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Dia das Crianças
11/10/2019
Quirino Ribeiro

“Amanhã muito a comemorar! Dia de Nossa Senhora Aparecida e Dia das Crianças”.


Comemora-se amanhã e anualmente em 12 de outubro no Brasil. Esta data celebra os direitos das crianças e adolescentes, ajudando a conscientizar as pessoas (os pais, em especial) sobre os cuidados necessários durante esta fase da vida. Tradicionalmente, no Brasil, no Dia das Crianças os adultos costumam oferecer presentes ou proporcionar atividades especiais e de entretenimento para os mais jovens.


ORIGEM DO DIA DAS CRIANÇAS


A proposta para a criação desta data é de autoria do deputado federal fluminense Galdino do Valle Filho. Após a sua aprovação, surgiu o Decreto de Lei nº 4867, de 5 de novembro de 1924, que oficializou o dia 12 de outubro como o Dia das Crianças. No entanto, o dia ganhou maior popularidade a partir de 1960, quando a Fábrica de Brinquedos Estrela fez uma promoção com a Johnson & Johnson e criou a "Semana do Bebê Robusto" a fim de aumentarem suas vendas.


DIA DE N.SRA APARECIDA


Dia das Crianças coincide com o dia de Nossa Senhora de Aparecida, venerada pela Igreja Católica e é a padroeira do Brasil, representada por uma pequena imagem da Virgem Maria atualmente alojada na Basílica de Nossa Senhora Aparecida, na cidade de Aparecida, em São Paulo. Sua festa litúrgica é celebrada em 12 de outubro, um feriado nacional no Brasil desde 1980, quando o Papa João Paulo II consagrou a Basílica, que é o quarto santuário mariano mais visitado do mundo, capaz de abrigar até 45.000 fiéis.


SEGUNDO OS RELATOS


A aparição da imagem ocorreu em 1717, quando Pedro Miguel de Almeida Portugal e Vasconcelos, conde de Assumar e governante da capitania de São Paulo e Minas de Ouro, estava de passagem pela cidade de Guaratinguetá, durante uma viagem até Vila Rica.


O POVO DE GUARATINGUETÁ


Decidiu fazer uma festa em homenagem à presença ilustre e, apesar de não ser temporada de pesca, os pescadores lançaram seus barcos no Rio Paraíba com a intenção de oferecerem peixes ao conde. Após várias tentativas infrutíferas, desceram o curso do rio até chegarem ao Porto Itaguaçu. Já estavam a desistir da pescaria quando João Alves jogou a rede novamente, em vez de peixes, apanhou o corpo de uma imagem da Virgem Maria, sem a cabeça.


AO LANÇAR A REDE NOVAMENTE


Apanhou a cabeça da imagem. A partir daquele momento, os três pescadores apanharam tantos peixes que se viram forçados a retornar ao porto, uma vez que o volume da pesca ameaçava afundar as embarcações.


DURANTE OS QUINZE ANOS SEGUINTES


A imagem permaneceu na residência de Filipe Pedroso, onde as pessoas da vizinhança se reuniam para orar. A devoção foi crescendo entre o povo da região e muitas graças foram alcançadas por aqueles que oravam diante da santa. A fama de seus supostos poderes foi se espalhando por todas as regiões do Brasil.


EM 1822, EM VIAGEM PELO VALE DO PARAÍBA


O então Príncipe Regente do Brasil, Dom Pedro I e sua comitiva, visitaram a capela e conheceram a imagem de Nossa Senhora Aparecida. O número de fiéis não parava de aumentar e foi iniciada a construção de uma igreja maior, inaugurada em dezembro de 1888.


A PRINCESA ISABEL


Visitou pela segunda vez a basílica e ofertou à santa, em pagamento de uma promessa, uma coroa de ouro cravejada de diamantes e rubis, juntamente com um manto azul, ricamente adornado. Nossa Senhora Aparecida foi proclamada Rainha do Brasil e sua Padroeira Principal em 16 de julho de 1930, por decreto do papa Pio XI.


50 ANOS DEPOIS EM 1980


Foi decretado oficialmente feriado o dia 12 de outubro e a República Federativa do Brasil reconhece oficialmente Nossa Senhora Aparecida como padroeira do Brasil e o Papa João Paulo II, em sua visita ao Brasil, consagrou a Basílica de Nossa Senhora Aparecida, o maior santuário mariano do mundo.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Metade do Congresso é milionária
10/10/2019
Quirino Ribeiro

“O problema da desigualdade social não é a falta de dinheiro para muitos, e sim o excesso nas mãos de poucos”. (João Carlos)


Quase metade da Câmara que tomou posse em 2019 é formada por deputados federais milionários. 567 parlamentares foram eleitos entre Senadores e Deputados e 48,85% deles com patrimônio superior a R$1 milhão. No Senado 36 dos 54 eleitos informaram ser milionários; dois a cada três. Na Câmara Federal dos 513 novos 241 tem patrimônio alto.


DISTRIBUIÇÃO DE RENDA


Cinco bilionários brasileiros concentram patrimônio equivalente à renda da metade mais pobre da população do Brasil conforme um estudo divulgado pela organização não governamental britânica Oxfam. No ano em que o mundo teve um acréscimo recorde de bilionários, um a cada dois dias, o Brasil ganhou 12 novos integrantes. O grupo passou de 31 para 43 integrantes. O incremento ocorre devido à volta de pessoas que já fizeram parte do seleto grupo, mas perderam dinheiro nos últimos anos, em meio à crise econômica no Brasil.


RICOS X POBRES


O ano no Brasil foi marcado, de um lado, pela retomada da economia e por sucessivas altas na cotação das ações listadas na bolsa de valores brasileira. Os dados mais recentes da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo IBGE mostram um bom caminho para a retomada da economia, apesar de ainda tímido, revela reportagem do Valor Investe.


O GRUPO DO 1%


Reuniu no ano passado 44% da riqueza nacional, em linha com os anos anteriores. E o Salário mínimo, enquanto isso encolheu a participação na renda nacional dos brasileiros que estão entre os 50% mais pobres. Passou de 2,7% para 2%. Com as pessoas se endividando, aquelas que têm alguma coisa para vender acabam vendendo para pagar dívida. Por isso, a retração na participação.


PARA MOSTRAR A DISTÂNCIA


Entre o grupo no topo e o que está na base da escala econômica no Brasil, a Oxfam calculou que uma pessoa remunerada só com salário mínimo precisar trabalhar 19 anos se quiser acumular a quantia ganha em um mês por um integrante do grupo do 0,1% mais rico.


O NÚMERO DE DESEMPREGADOS


Que, segundo o IBGE, incluem as pessoas que procuraram emprego, sem conseguir, foi de 12,8 milhões de abril a junho deste ano. Esse total é 4,6% menor que nos três meses imediatamente anteriores e estável em relação a igual período do ano passado.


OUTRO DADO QUE TRAZ ÂNIMO


Para o mercado é o fato de 1,479 milhão de trabalhadores terem conseguido uma ocupação no trimestre móvel de abril a junho. Dessa forma, a população ocupada (empregados, empregadores, autônomos etc.) chegou a 93,3 milhões de pessoas no país, alta de 1,6% ante o trimestre anterior e de 2,6% em relação ao mesmo período de 2018.


TECNOLOGIA PARA O COOPERATIVISMO


Consciente e preocupado em manter-se atualizado com as demandas das cooperativas, o SESCOOP/SC (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo) idealizou plano de investimento em tecnologia, com previsão de conclusão da primeira parte no ano de 2021, quando se espera que todos os aplicativos estejam integrados, tanto no ambiente externo (interatividade), como no interno (integração), com áreas de suporte e gestão operacional.


SEGUNDO O SUPERINTENDENTE DO SESCOOP/SC


Neivo Luiz Panho, a ideia é que, em um futuro próximo, parte do orçamento seja acompanhado diretamente pelas cooperativas. “O investimento em tecnologias voltadas para o ambiente Web não se trata de uma opção, é uma necessidade. Ou investimos ou ficaremos distantes das demandas dos usuários”, afirma o superintendente.


INOVAÇÕES


Permitirão ganhos recíprocos, tais como: a) A cooperativa poderá gerenciar todo o seu orçamento pelo aplicativo; b) O SESCOOP fará o controle do processo para prestar contas à governança e organismos externos; c) Menores custos, haja vista que as cooperativas podem ampliar a parceria com o SESCOOP, sem burocracia; d) Simplificação de processos operacionais; e) Rastreabilidade das operações. (Fonte: SESCOOP/SC).



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Pacote anticrime
09/10/2019
Quirino Ribeiro

"A luta contra a criminalidade organizada é muito difícil, porque a criminalidade é organizada, mas nós não". (Amurri Antonio)


O TCU (Tribunal de Contas da União) suspendeu ontem as propagandas da campanha do pacote anticrime de Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública). A suspensão veio num despacho do relator do caso, ministro Vital do Rêgo, e já está valendo. A decisão é cautelar, provisória, para evitar danos que possam ser causados pela permanência da campanha no ar. O plenário do Tribunal deve analisar o caso nesta quarta feira.


O PRESIDENTE JAIR BOLSONARO


Disse que o pacote anticrime, em tramitação no Congresso Nacional, foi elaborado “para ser temido por marginais e não pelo cidadão de bem”. Ele fez críticas a “órgãos da Justiça e do Ministério Público, que buscam transformar auto de resistência em execução”.


O ATIVISMO EM ALGUNS ÓRGÃOS


Da Justiça e do Ministério Público na política busca, cada vez mais, transformar auto de resistência em execução. “É doloroso você ver um policial chefe de família preso por causa disso. Muitas vezes vemos policiais militares serem alçados por uma função, aí vem a imprensa dizer que ele tem 20 autos de resistência. Tem de ter 50. É sinal de que ele trabalha, que faz sua parte, e de que ele não morreu”, disse o presidente, na cerimônia de lançamento das campanhas publicitárias a favor do pacote, no Palácio do Planalto.


AUTOS DE RESISTÊNCIA


Ocorrem quando policiais usam dos “meios necessários” para efetuar prisões contra pessoas suspeitas de terem praticado um crime. Já o excludente de ilicitude, ao classificar essa ação como legítima defesa por parte do policial, exime dele qualquer ilícito consequente.


AS DUAS FERRAMENTAS JURÍDICAS


Estão no pacote anticrime original apresentado pelo governo. Segundo seus críticos, tanto os autos de resistência como os excludentes de ilicitudes seriam uma espécie de carta branca para a polícia matar. Isso é uma imbecilidade propagada pelo catecismo comunista. “Queremos mudar a legislação para que a lei seja temida pelos marginais e não pelo cidadão de bem. Esse é o espírito da lei e o objetivo da propaganda do projeto anticrime”.


AO DEFENDER O PACOTE


Bolsonaro disse serem muito comuns casos de policiais presos injustamente por apenas cumprirem suas funções. “Quantas vezes visitei o presídio da Polícia Militar em Benfica, no Rio de Janeiro, e conversei com os homens da segurança que estavam no comando, com policiais e com bombeiros presos. Conversando com eles, não mais que sentimento, tive a certeza de que, lá dentro, tinha muitos inocentes. Basicamente por excessos. Pode, de madrugada, na troca de tiro com marginal, policial dar mais de dois tiros e ser condenado por excesso? É um absurdo isso”. O presidente disse ter a certeza de que o Congresso vai aprovar o pacote anticrime.


O MINISTRO DA JUSTIÇA


E Segurança Pública, Sergio Moro, disse que a aprovação do pacote será a oportunidade para que governo e parlamentares “mandem mensagem clara de que os tempos do Brasil sem lei e Justiça chegaram ao final”. “Há algum tempo tínhamos certa percepção de que vivíamos em uma terra sem lei e sem Justiça. Vivenciamos nos últimos cinco anos, principalmente, revelações de um grande sistema de corrupção. Assistimos nos últimos 15 anos ao crescimento e ao fortalecimento de organizações criminosas no Brasil. Organizações que, muitas vezes, o Estado não tinha coragem de enfrentar”, disse o ministro.


RECENTEMENTE FOI DIVULGADO


Que houve queda de 22% do número de assassinatos na comparação com o mesmo período do ano passado. Isso significa que 7.109 pessoas não morreram assassinadas por crimes violentos, em relação ao ano anterior”, acrescentou Moro ao defender a atual política de segurança do governo.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Violência contra mulher
08/10/2019
Quirino Ribeiro

“Mulher: indescritível criatura cuja incansável e inestimável força de viver nos torna insignificantes diante dela”. (Barbosa Filho)


Os deputados federais que assumiram uma vaga na Câmara neste ano passaram a dar uma atenção extra ao tema violência contra a mulher. O número de proposições apresentadas até setembro chegou a 119, mais de quatro vezes superior às 23 apresentadas no período semelhante em 2015, no início da legislatura anterior. A grande maioria diz respeito a projetos de lei que tentam ampliar ou endurecer a Lei Maria da Penha, de 2006.


ENTRE AS NOVAS INICIATIVAS


Está o projeto aprovado na semana passada que facilita o divórcio de vítimas de violência doméstica. O texto vai à sanção do presidente Jair Bolsonaro, que neste ano também já validou lei que permite a delegados e policiais emitirem medidas protetivas de urgência para vítimas de violência doméstica. Outra regra sancionada foi a obrigação de agressores de mulheres ressarcirem o SUS pelo custo do atendimento às vítimas.


OS PROJETOS DE LEI EM TRAMITAÇÃO


Propõem a criação de regras das mais variadas. Uma delas, do deputado Hugo Leal (PSD-RJ), pede que os agressores sejam obrigados a usar tornozeleira eletrônica. Outro, da deputada Mariana Carvalho (PSDB-RO), pede fiança de até 200 salários mínimos.


PROMOTORA DE JUSTIÇA


Gabriela Mansur, especialista em direito das mulheres, o aumento de proposições reflete o esforço para o aumento da presença das mulheres nos cargos políticos, com regras como a que determinou a destinação de pelo menos 30% do fundo eleitoral para candidaturas femininas. Nas eleições de 2018, o número de deputadas subiu de 10% para 15%.


O NÚMERO DE FEMINICÍDIOS


Cresceu 4% em 2018, na contramão dos homicídios, que caíram, segundo levantamento do Fórum Brasileiro de Segurança Pública feito com base em dados de boletins de ocorrência. Há uma cobrança da sociedade para toda forma de prevenção. Houve uma necessidade para o que poder Legislativo se movimentasse mais rapidamente para atender essa demanda. A cada dois minutos uma mulher é vítima de violência doméstica.


NOVOS PROJETOS:


Medida protetiva de urgência o uso de tornozeleira eletrônica pelo agressor, a criação das "Patrulhas Maria da Penha" nos municípios com mais de 100 mil habitantes, obrigatoriedade de empresas fabricantes de aparelhos celulares introduzirem aplicativo permanente nos aparelhos celulares que saem de fábrica e nos antigos para acionar a polícia em caso de violência contra a mulher, bem como para disponibilizar mecanismo com "Botão de Pânico" para as vítimas.


O COOPERATIVISMO VEM NO CONTRA PONTO.


O 16° encontro estadual de mulheres cooperativistas ocorrerá nos dias 17 e 18 de outubro, em Florianópolis. Promovido pelo SESCOOP/SC (Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo de Santa Catarina), o evento terá a participação de 500 mulheres, entre lideranças, cooperadas, esposas de cooperados e empregadas de cooperativas, além de dirigentes e lideranças de 13 cooperativas.


LUIZ VICENTE SUZIN


Para o presidente do SESCOOP/SC, o Encontro é importante para inserir ainda mais as mulheres no dia a dia do cooperativismo. “Temos mais de 900 mil cooperadas em Santa Catarina. Este evento visa integrar essas mulheres e discutir temas relevantes e interessantes, para que elas possam participar cada vez mais do sistema cooperativista catarinense”.


ESSE É O SEGUNDO ANO


Que o Encontro acontece em modelo reformulado, no formato de rodízio. As cooperativas participantes desta edição serão: Auriverde, Cejama, Ceprag, Cergapa, Cooper, Cooper A1, Coopera, Cooperjuriti, Coopersulca, Copérdia, Cravil, Sicoob Crediaraucária e Sicoob Credija.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Juros abusivos
07/10/2019
Quirino Ribeiro

“Vejo os pombos no asfalto, eles sabem voar alto, mas insistem em catar as migalhas do chão”. (Zeca Baleiro)


Uso de cheque especial e cartão de crédito cobram juros de mais de 300% ao ano. Não faça isso! O uso do cheque especial subiu em 11,6% nos últimos 12 meses e o rotativo do cartão de crédito 18,5%. São as duas modalidades mais caras do mercado. Pagar juros acima de 300% ao ano além de ser desperdício de dinheiro, é um tiro no próprio pé.


QUAL A OPÇÃO?


Precisando de crédito, há modalidades mais baratas. Penhor de joias, por exemplo, tem taxa de juros na casa dos 2% ao mês. Outro exemplo é o crédito consignado. Neste caso, dependendo da negociação e do fato de ser servidor público ou trabalhar no setor privado, a taxa varia entre 1,5% a 3,0% ao mês. Mesmo o tradicional crédito pessoal, com juros na casa de 3,5% ao mês é mais econômico do que o cheque especial e o cartão de crédito.


O IDEAL É NÃO PRECISAR DE CRÉDITO


Sei que em tempos bicudos não é fácil fechar as contas, afinal a renda está curta, mas com bom planejamento financeiro você pode equilibrar o orçamento familiar. Para isso é preciso ter o controle de tudo.


GERAÇÃO DE EMPREGO


O Brasil gerou 121,4 mil empregos formais em agosto, maior resultado para o mês de agosto em seis anos. Foram admitidos 1.382.407 e foram desligados 1.261.020, gerando este saldo líquido de 121,4 mil. Os números são do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). São sinais, mesmo que tímidos, que as coisas começam a melhorar. O desemprego ainda é elevado, mas aos poucos o emprego volta. Longo caminho pela frente.


INIMIGO COMUM


O combate à dengue é uma missão de todos os segmentos, pois o mosquito causador da doença é fruto do afastamento de políticas públicas e do baixo envolvimento da população. O combate à dengue no enfrentamento ao mosquito Aedes aegypti, responsável não só pela propagação da dengue, mas também por outras doenças precisa do envolvimento de vários segmentos abre a possibilidade de ações mais consistentes, sobretudo por contar com formadores de opinião e entidades indutoras de medidas objetivas.


A DENGUE


Hoje, como mostram os próprios números, tornou-se uma endemia de viés permanente, com registros graves ao curso do ano inteiro. Além disso, o próprio mosquito passa por mutações que implicam novos riscos para a população. Mas a população também tem que fazer a sua parte. Ela deve ser induzida a tomar medidas caseiras que são estratégicas para o sucesso da operação.


E SÃO QUESTÕES SIMPLES


Mas de grande relevância, como impedir focos do mosquito em residências e terrenos baldios e, principalmente, disciplina no descarte do lixo. A despeito de Chapecó ter uma coleta que atinge números expressivos, o volume de material recolhido em pontos inadequados impressiona.


VIGILÂNCIA SANITÁRIA


Os organismos envolvidos têm apontado para o ressurgimento de doenças consideradas erradicadas em decorrência não apenas da leniência dos organismos públicos, mas também pela falta de esclarecimento popular. O acesso às vacinas, boa parte delas disponíveis nos postos de atendimento, nem sempre cumpre as metas em razão do desconhecimento ou por razões religiosas e ideológicas.


O NOSSO DESAFIO


É mudar o foco da discussão e implantar o comprometimento coletivo, pois a dengue, além das consequências pessoais, possui repercussões pecuniárias para o próprio Estado, a quem cabe suprir postos de atendimento com medicamentos.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Reforma da Previdência
04/10/2019
Quirino Ribeiro

“O sol caminha devagar, mas atravessa o mundo”. (Autor desconhecido)


Foi aprovada nesta terça-feira em primeiro turno, a Proposta de Emenda à Constituição da reforma da Previdência. Entre outros pontos, o texto aumenta o tempo para se aposentar, eleva as alíquotas de contribuição para quem ganha acima do teto do INSS (hoje em R$ 5.839) e estabelece regras de transição para os atuais assalariados. A proposta ainda precisa passar por três sessões de discussão antes da votação em segundo turno.


A PRINCIPAL MUDANÇA PREVISTA


É a fixação de uma idade mínima (65 anos para homens e 62 anos para mulheres) para servidores e trabalhadores da iniciativa privada se tornarem segurados após a promulgação das mudanças. Além disso, o texto estabelece o valor da aposentadoria a partir da média de todos os salários, em vez de permitir a exclusão das 20% menores contribuições.


NÚMEROS


O objetivo com a reforma da Previdência, segundo o governo é reduzir o rombo nas contas públicas. A primeira estimativa do relator, após a aprovação na CCJ, era de que o impacto fiscal total da aprovação da PEC 6/2019 e da PEC paralela, chegaria a R$ 1,312 trilhão em 10 anos, maior do que os R$ 930 bilhões previstos no texto da Câmara, e maior do que o R$ 1 trilhão que pretendia o governo federal inicialmente. A estimativa de economia somente com a PEC 6/2019 é de R$ 870 bilhões em 10 anos.


SE NÃO FOR FEITA


A reforma previdenciária vai chegar um momento — já em 2021 — em que a União não vai ter um tostão sequer para investimento. Nós vamos entrar em uma era em que todos os discursos proferidos aqui, em que aqueles desejos que foram sonhados aqui sobre educação, saúde, emprego, não poderão ser alcançados, ou sequer haverá tentativas de alcançá-los — disse o relator do texto, senador Tasso Jereissati (PSDB-CE).


O GOVERNO BOLSONARO


Poderia até fazer uma opção por um atalho e o atalho seria fazer uma reforma que tivesse o horizonte apenas do seu governo. Mas não. A situação do Brasil é tão dura, é tão irrecusável a realidade que nós temos que enfrentar, que a reforma da Previdência não pode ser vista num horizonte de um mandato. Ela tem que ser vista no horizonte da próxima geração.


SENADOR ALVARO DIAS


Para o líder do Podemos, a votação da reforma mostra o fracasso e a incompetência dos governantes, que não souberam administrar um sistema previdenciário autossustentável e que pudesse oferecer expectativa de vida digna à velhice dos trabalhadores. Para ele, o texto da reforma não é o ideal, mas a aprovação é um sacrifício necessário.


ESTA É UMA REFORMA DE SACRIFÍCIO


Não digam que não se trata de uma reforma injusta, mas também não posso afirmar que não seja uma reforma necessária. Existe contradição nessa afirmação? Não, não existe contradição. O que não existe mesmo é alternativa. Ou aprovamos essa reforma ou anunciamos o colapso definitivo do sistema de Previdência no país.


EXPORTAÇÕES DE FRANGOS E SUÍNOS


Exportações de frangos e suínos cresceram mais de 20% no acumulado entre janeiro e agosto, em relação ao mesmo período do ano passado.


FRANGO


O documento, produzido mensalmente, mostra que, de janeiro a agosto, Santa Catarina exportou 909,25 mil toneladas de carne de frango, com faturamento de US$ 1,58 bilhão, o que representa um aumento de 20,13% em quantidade e de 24,82% em valor, quando comparado ao mesmo período de 2018. O estado foi responsável por 34,45% das receitas brasileiras geradas pelas exportações de carne de frango nos dois primeiros quadrimestres do ano.


SUÍNO


Em carne suína o Estado exportou 266,08 mil toneladas entre janeiro e agosto, aumento de 20,49% em relação ao mesmo período de 2018. O faturamento foi de US$ 530,40 milhões, alta de 28,09% na comparação com o ano anterior. Santa Catarina foi responsável por 55,67% das receitas e 57,72% da quantidade de carne suína exportada pelo Brasil este ano, reforçando a posição de principal exportador do produto no país.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Custo do Congresso
03/10/2019
Quirino Ribeiro

“As pessoas comuns pensam apenas como passar o tempo. Uma pessoa inteligente tenta usar o tempo”. (Arthur Schopenhauer)


O Congresso Nacional, composto de Câmara Federal e Senado, possui 594 parlamentares cujos vencimentos estão muito além do que recebe 99% dos trabalhadores brasileiros. Porém, o que revolta boa parte da sociedade brasileira é o fato de que, além do salário de R$ 33,7 mil, estes trabalham pouco, em média três dias por semana, com 60 dias de férias e muitos recessos e interrupções em suas atividades ao longo do ano.


SOMA-SE A ISTO


O acréscimo obsceno de auxílios de toda natureza que fazem parte dos vencimentos sem serem atingidos pelo IR. Entre estes, ressalto o Auxílio Moradia, concedido por ambas as casas e que estão na ordem de R$ 5.5 mil por mês para "ajudar" nas despesas com moradia no DF.


OS PARLAMENTARES


Têm à disposição 504 imóveis funcionais na região do Plano Piloto, área nobre de Brasília com 220m² a 300m². Apartamentos espaçosos com três quartos, três banheiros, escritório, cozinha, área de serviço, copa, despensa e dependência completa para empregada doméstica. O custo de manutenção destes imóveis é de R$ 21 milhões ao ano.


NAS ELEIÇÕES DE 2018


Tivemos uma renovação recorde de quase 50% nas duas casas, a maior dos últimos 30 anos no país, entretanto, apenas 7% dos eleitos (43 dos 594) abriram mão do uso de imóveis funcionais ou do repasse do auxílio moradia. O desplante é tanto que o deputado Nelson Pellegrino (PT-BA), por exemplo, mesmo sendo dono de um imóvel na capital federal, recebe o auxílio moradia.


ESTES GASTOS COM MORDOMIA


E pagamentos de auxílios diversos que acabam compondo a renda dos parlamentares em Brasília denotam o desprezo da classe política para com o povo brasileiro. Durante o mandato, estes legislam cortando benefícios dos trabalhadores em geral, atuando para aprovar reformas que penalizam aposentados e os demais brasileiros.


OS IMÓVEIS FUNCIONAIS


Deveriam ser vendidos ao povo em Brasília, os parlamentares deveriam viver as suas custas com seus salários, usando de hotéis e pousadas para estadia, ou até alugando imóveis pagos às suas expensas.


EM NENHUM LUGAR CIVILIZADO


Os políticos têm tantos direitos e tão poucos deveres como no Brasil. São benesses inaceitáveis e incompatíveis com a miséria em que vivem milhões de brasileiros, sem habitação, sem saneamento básico, água potável e alimentação adequada.


POR ISSO QUE ENTENDO


A revolta dos eleitores e a sua fuga das eleições, quer seja por abstenção, voto em branco ou nulo. Perderam a esperança em mudanças ao ver persistir a iniquidade na maioria dos políticos brasileiros.


ORGULHO CATARINENSE E BRASILEIRO


A revista Forbes Brasil, elegeu as 50 maiores empresas do agronegócio brasileiro. Duas cooperativas catarinenses estão entre as 17 maiores do Brasil. E a surpresa da lista foi o número expressivo de cooperativas agro que faturam bilhões de reais e movimentam o campo e, principalmente, a economia do País. Entre as gigantes, maiores empresas do agronegócio brasileiro estão as catarinenses Coopercentral Aurora Alimentos e a Cooperalfa.


A AURORA ALIMENTOS DE SC


Que hoje é considerada o terceiro maior conglomerado industrial do setor de carnes atingiu a receita operacional bruta de R$ 8,9 bilhões.


A COOPERALFA DE CHAPECÓ


Foi criada em 1967 como Cooper Chapecó, com o objetivo resolver os problemas de venda e escoamento da produção de grãos e suínos de pequenos e médios produtores.  Hoje, já sob o nome de Cooperalfa, a cooperativa – com quase 20 mil associados – tem diversos segmentos de atuação: fomento e comercialização da produção agropecuária de seus associados (com milho, soja, trigo, feijão, suinocultura, avicultura e leite).  Em 2018, o faturamento foi de R$ 3,3 bilhões.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.

Semana decisiva para Lava Jato
02/10/2019
Quirino Ribeiro

“Não corrigir nossas falhas é o mesmo que cometer novos erros”. (Confúcio)


O Brasil estaria cansado da pauta anticorrupção?  Preocupa a hipótese de que parte dos apoiadores da causa esteja começando a ficar desinteressada pelo assunto foi levantada pelo chefe da Força-Tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol.


SE ELE ESTIVER CORRETO


Os brasileiros escolheram o momento mais delicado para escolher outra prioridade. Isso porque a lava jato enfrenta sua maior violenta ofensiva. O atual momento vivido e da reação dos poderosos atingidos pelas investigações: com a decisão, condenações em que as defesas não falaram por último na etapa final do processo poderão ser anuladas, e o processo deverá voltar à fase de alegações finais na primeira instância da justiça.


A REPERCUSSÃO DA DECISÃO


Nos casos que estão em tramitação em todo o país deverá ser decidida pela Corte esta semana uma vez que o julgamento foi adiado e deverá ser retomado hoje, quarta-feira, dia 02 de Outubro.


A DECISÃO


A ser tomada pelo plenário, cria uma jurisprudência, uma interpretação sobre o assunto no STF. Esse entendimento serve para orientar tribunais do país sobre qual caminho seguir. A defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva também pediu anulação de duas condenações – a do tríplex do Guarujá, caso pelo qual ele está preso, e a do sítio de Atibaia, caso pelo qual foi condenado em primeira instância.


PARA OS INVESTIGADORES DA LAVA JATO


A decisão do Supremo pode arrasar a maior operação já deflagrada no País contra a corrupção.  A semana é decisiva para a Lava-Jato. O Supremo Tribunal Federal tem quatro opções para determinar o tamanho do impacto da decisão da semana passada.


AÇÕES


Primeira o ministro Alexandre de Moraes propõe que retrocedam os processos apenas dos que reclamaram. Foi o caso de Bendine.  Segunda a ministra Cármen Lúcia propõe estudar caso a caso, para decidir quais devem retroceder. Terceiro o Ministro Luís Roberto Barroso entende que a interpretação deve valer daqui para diante, dado que a interpretação não existe na lei. Por fim a proposta mais radical é anular tudo o que foi decidido até aqui.


OS ADVOGADOS


Claro, querem que se anule tudo. No caso de voltar uma quadra, para as alegações finais, o risco é que os crimes prescrevam. O alcance da decisão, segundo a força-tarefa, levaria à anulação de 32 sentenças, beneficiando 143 condenados. A Lava Jato recuperou 2 bilhões reais em acordos e tem outros em negociação.


POLÍTICOS


Não tem adversários, tem cúmplices, isso há 50 anos atrás. O político coloca filho, pai, mãe, esposa, irmão, tio, sobrinho na política para que todos possam "se arrumar" através da corrupção que reina no país. Apenas um juiz, Sérgio Moro, não dará conta do recado, de tão enraizado que está esse câncer.



Comentários e sugestões podem ser enviados para o e-mail quirino@scc.com.br.



Anuncie aqui

(49) 99955-3619
Saiba mais

Ciclone Bicicletas

(49) 3322-3366
Saiba mais

HORÁRIOS DE VOOS

Confira os horários de voos do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso.

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA

Confira a programação de cinema do Shopping Pátio Chapecó.

(49) 99955-3619
contato@portaloestenews.com.br

Newsletter

cadastre-se e receba nossas atualizações