O PORTAL DE NOTÍCIAS DO
GRUPO SUL BRASIL DE COMUNICAÇÃO


Cartão de crédito é renda complementar para 20% dos usuários

04/06/2018
O problema é que essa forma de utilização acaba levando ao endividamento

Um em cada cinco usuários de cartão de crédito fazem desse meio de pagamento uma renda complementar, segundo pesquisa do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e da Confederação Nacional de Diretores Lojistas (CNDL). Ou seja, são consumidores que utilizam o cartão para continuar comprando mesmo quando o salário do mês já acabou.

O problema é que essa forma de utilização acaba levando ao endividamento, segundo a economista-chefe do SPC Brasil, Marcela Kawauti, pois muitos usuários perdem o controle dos gastos e compram além do que conseguem pagar quando a fatura chega.

“Se o dinheiro que o consumidor dispõe já não está sendo suficiente para cobrir os atuais gastos, certamente não será o bastante para pagar as despesas do mês seguinte, quando terá de arcar com a fatura do cartão de crédito e também quitar as contas do mês”, diz a economista.

As novas regras para a cobrança de juros no rotativo do cartão de crédito entraram em vigor na sexta-feira passada. A partir de agora, as operadoras não poderão mais cobrar juros especiais de clientes que estiverem no rotativo e ficarem inadimplentes.

Pela nova regra, a taxa de juros do rotativo passa a ser única, tanto para inadimplentes quanto para adimplentes. Mas as instituições poderão cobrar multa e juros de mora, por atraso, como ocorre em qualquer outra operação de crédito. No caso de valores de crédito rotativo já parcelado, a taxa de juros deve ser a da operação de parcelamento.


Quando o cartão é usado


A pesquisa mostrou ainda que 44% afirmam usar o cartão apenas em casos de necessidades pontuais ou imprevistos, outros 38% o fazem para parcelar as compras e 34% recorrem a ele para facilitar o pagamento de compras na internet.

O levantamento mostrou ainda que 41% dos consumidores já deixaram de fazer compras em estabelecimentos que não aceitam cartão de crédito como meio de pagamento. Desse total, 41% não vão mais a bares, restaurantes e lanchonetes, 35% não compraram com ambulantes e 19% desistiram de abastecer em postos de combustível. Outros 27% acabaram pagando suas compras de outra forma.

A pesquisa identificou que mais da metade dos gastos realizados com cartão de crédito são para comprar roupas, calçados e acessórios (54%). Em seguida vêm os eletrônicos (44%), as compras de supermercado e alimentos para a casa (43%) e itens de farmácia (40%).



Fonte: Redação/Veja.com;
Foto: iStockphoto/Getty Images.






Anuncie aqui

(49) 99955-3619
Saiba mais

Ciclone Bicicletas

(49) 3322-3366
Saiba mais

André & Cristiano e Projeto Funkaholic
Letícia Galeano e Marcos & Luciano
Local: Cher

HORÁRIOS DE VOOS

Confira os horários de voos do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso.

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA

Confira a programação de cinema do Shopping Pátio Chapecó.

(49) 99955-3619
contato@portaloestenews.com.br

Newsletter

cadastre-se e receba nossas atualizações