O PORTAL DE NOTÍCIAS DO
GRUPO SUL BRASIL DE COMUNICAÇÃO


Prefeitura de Chapecó cria Fundo Municipal do Idoso

14/09/2018

O envelhecimento da população brasileira exige a inserção de novas políticas públicas voltadas aos idosos, como mais espaços, serviços e ações que estimulem a produtividade das pessoas com mais de 60 anos e proporcionem qualidade de vida. Em Chapecó, cinco mil idosos são atendidos em projetos e programas da Rede Municipal, gestionados pela Secretaria de Assistência Social (SEASC). Na última segunda-feira (11-09), o prefeito Luciano Buligon instituiu mais uma medida que irá beneficiar a terceira idade. Foi sancionada a Lei Nº 7.176, que cria o Fundo Municipal do Idoso (FMI).

O fundo tem por finalidade apoiar financeiramente os programas, projetos, serviços e as ações das entidades e instituições juridicamente organizadas e inscritas no Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI), voltadas para a promoção, proteção e defesa dos direitos do idoso; assim como o estudo, a pesquisa e garantia dos direitos prescritos na legislação própria. Fica criado o Fundo Municipal do Idoso como unidade orçamentária, vinculado, administrado e gerido pela SEASC, e sob orientação e controle do Conselho Municipal dos Direitos do Idoso (CMDI).

Constituem recursos do FMI, a dotação consignada anualmente no orçamento do Município e verbas adicionais que a Lei estabelecer no decurso de cada exercício, além de doações, auxílios, contribuições, subvenções, transferências e legados de entidades nacionais e internacionais, governamentais e não - governamentais. Segundo a secretária de Assistência Social, Ulda Baldissera, o fundo agiliza e facilita a canalização legal de recursos federais, estaduais, além de doações da comunidade, para aplicação em programas voltados ao atendimento do idoso. “Também é importante destacar que o Fundo Municipal do Idoso é mais uma opção que as pessoas físicas e jurídicas do Município têm para fazer contribuições sociais com possibilidade de dedução do imposto de renda”, completou a Secretária. 

O prefeito Luciano Buligon destacou que “o novo fundo chega para fortalecer os programas, serviços e ações de atenção e valorização do idoso em Chapecó, como a Cidade do Idoso, o Projeto Super Idade e a UMIC, além dos 71 grupos espalhados pelos bairros”.


Cidade do Idoso: há 10 anos transformando a vida de milhares de pessoas

A Cidade do Idoso, instalada no Parque Tancredo de Almeida Neves, no bairro Efapi, é um espaço pensado para atender os chapecoenses com mais de 60 anos. O programa visa proporcionar qualidade de vida, bem estar e atendimento especializado àqueles que muito já contribuíram com o desenvolvimento de Chapecó. Atualmente, mais de 1.800 idosos estão cadastrados para participar da Cidade do Idoso, mantida pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social.

No espaço, os usuários têm acesso à oficina de informática, sala de cine vídeo, grupo de dança, ginástica, musculação, pilates, grupo vocal, caminhada orientada, hidroginástica, Hora Cultural, Shows de Talentos, Campeonatos, Palestras Educativas, jogos de mesa (canastra, dominó, sinuca, três sete) e bocha. Eles podem participar, ainda, de curso de alfabetização e recebem atendimento na área da saúde. Além disso, está instalada na Cidade do Idoso a Cozinha Comunitária. O espaço fornece gratuitamente aos idosos cerca de 250 refeições por dia. O horário de atendimento é das 08 às 12 e das 13 às 17 horas.


UMIC: oportunidade de ensino e conhecimento

A Universidade da Melhor Idade iniciou suas atividades em 2011 e é um projeto desenvolvido pela Administração Municipal, por meio da Secretaria de Assistência Social, e a Unoesc Chapecó. Em 2018, a UMIC está em sua 5ª turma de Extensão e 4ª turma de Especialização. As aulas acontecem nas terças e quintas-feiras, das 13h45 às 17 horas, com atividades teóricas e práticas, buscando a valorização dos idosos perante a família e a sociedade. Entre as disciplinas oferecidas estão: Planejamento Financeiro e Pessoal; Relacionamento familiar e gerações; Saúde e qualidade de vida; Fotografia; Seminário I; Informática I, atividades físicas, dança, Educação Ambiental, Jogos de Tabuleiro e Iniciação ao Teatro.

A UMIC tem o propósito de oferecer ensino e conhecimento às pessoas com mais de 60 anos que residam em Chapecó. Desde o inicio, já passaram pela UMIC mais de 350 estudantes, oportunizando a realização de sonhos, conquista de novos amigos e conhecimentos fundamentais para melhorar a qualidade de vida.

Uma das alunas é Regina Clotilde Sponchiado, de 62 anos, que mora no bairro Jardim Itália. Ela conta que ficou “encantada e impressionada” com o contexto da UMIC e com as histórias que ouviu quando participou da formatura do cunhado, em 2016. Para ela é importante fazer parte da UMIC para manter a mente ativa, melhorando o relacionamento com as pessoas e obtendo novos conhecimentos. “Estar na UMIC é uma oportunidade única, pois o curso traz muito conteúdo em diversos assuntos”, afirmou.

Em 2005, Eloir Terezinha Rossoni, de 62 anos veio morar em Chapecó para ficar mais próxima dos filhos. Para ela, participar da UMIC é a realização de um sonho, de aprimorar os conhecimentos, tornando os dias incríveis e transformando a vida de forma integral. “Os nossos professores e a coordenação da UMIC são habilitados, capacitados e preparados para trabalhar com a gente”, comentou.


Projeto Superidade Chapecó: oportunidade de manter-se em movimento

O Projeto Superidade é realizado pela Prefeitura de Chapecó e oferece, desde 2005, atividades como ginástica, bocha e esportes adaptados para idosos. O objetivo é promover a prática de atividades físicas e estimular uma melhor qualidade de vida. Atualmente são atendidos 1.554 idosos, em 42 locais do município, com aulas duas vezes por semana em cada grupo. Os professores realizam com os grupos atividades de ginástica, recreação, alongamento, dança, jogos adaptados e brincadeiras.

O casal João Boller e Mariza Piccoli participa do projeto nas aulas do bairro São Cristóvão e, além disso, fazem caminhada duas vezes por semana. Eles participam da Cidade do Idoso e vão ao Grupo de Idosos do bairro todas as quartas-feiras. Para Mariza, participar do Superidade e de todas essas atividades faz bem para alma. “Eu me sinto bem, sou bem disposta e ágil. Posso ser idosa, mas estou fisicamente bem”, comentou. João acrescentou que os exercícios são fundamentais para não ‘entrevar’ os nervos. “Eu sempre tenho alguma atividade, não posso ficar parado”, destacou.

Para participar dos projetos os idosos podem procurar a Secretaria de Assistência Social e fazer um cadastro – Rua Índio Condá, 411E, bairro Centro. Telefone: 3319-1200.



Fonte: Vanessa Hubner e Ana Lucietto/SECOM Prefeitura de Chapecó;
Foto: Camila de Almeida/SECOM Prefeitura de Chapecó.






Anuncie aqui

(49) 99955-3619
Saiba mais

Ciclone Bicicletas

(49) 3322-3366
Saiba mais

HORÁRIOS DE VOOS

Confira os horários de voos do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso.

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA

Confira a programação de cinema do Shopping Pátio Chapecó.

(49) 99955-3619
contato@portaloestenews.com.br

Newsletter

cadastre-se e receba nossas atualizações