O PORTAL DE NOTÍCIAS DO
GRUPO SUL BRASIL DE COMUNICAÇÃO


Centro Empresarial de Chapecó pede informações à Casan sobre melhoria no abastecimento

30/01/2020
Atraso na construção de nova adutora é a maior preocupação

Há quatro anos o projeto de ampliação da rede de abastecimento de água em Chapecó e mais três cidades foi apresentado pela Casan em reunião de lideranças empresariais e autoridades. Desde então, nenhuma obra saiu do papel e a região permanece no risco de desabastecimento, especialmente no verão, com a queda no nível dos reservatórios. Essa situação levou o Centro Empresarial de Chapecó (CEC) a enviar, nesta quarta-feira, 29 de janeiro, expediente à diretora-presidente da Casan, Roberta Maas dos Anjos, em busca de informações sobre quando haverá efetivamente a construção.

No ofício, o presidente do CEC, Cidnei Luiz Barozzi, argumenta que a Casan "é o órgão que efetivamente responde e tem as necessárias informações e dados sobre a questão" e convida para reunião em Chapecó, "em vista da importância do tema e dos segmentos sociais envolvidos". Lembra que o projeto da macroadutora do Rio Chapecozinho, que envolve a captação no município de Bom Jesus e rede para Xanxerê, Xaxim, Cordilheira Alta e Chapecó, foi detalhado em 9 de novembro de 2015 num encontro com o então presidente da Casan, Valter Galina, que também fez nova apresentação em 30 de novembro de 2017. Além disso, a mesma pauta ainda foi tema de questionamentos por correspondência em vista dos atrasos e foi discutida em reunião com a então governadora em exercício, Daniela Reinehr, no último dia 10 de janeiro.


Questões levantadas


Diante do recrudescimento das dificuldades de abastecimento de água, o Centro Empresarial pede esclarecimentos específicos, sobre o encaminhamento que houve com o processo licitatório lançado em 30 de outubro de 2015 e qual a previsão quanto à nova licitação. Pede, também, quais foram os estudos técnicos realizados para definir a implantação da macroadutora com captação no Rio Chapecozinho e quais eram as outras opções, como a captação nos rios Chapecó ou Uruguai.

A instituição empresarial solicita, ainda, qual o volume de recursos previstos atualmente para serem aplicados na macroadutora, a previsão para início e término da obra e quais são os dados atuais do projeto, como extensão, capacidade, tipo e especificações da tubulação. Pede, também, qual é prazo da demanda que a macroadutora atenderia nas quatro cidades envolvidas.



Fonte e foto: Hugo Paulo Gandolfi de Oliveira/Extra Comunica.






Anuncie aqui

(49) 99955-3619
Saiba mais

Ciclone Bicicletas

(49) 3322-3366
Saiba mais

HORÁRIOS DE VOOS

Confira os horários de voos do Aeroporto Serafim Enoss Bertaso.

PROGRAMAÇÃO DE CINEMA

Confira a programação de cinema do Shopping Pátio Chapecó.

(49) 99955-3619
contato@portaloestenews.com.br

Newsletter

cadastre-se e receba nossas atualizações